Piauí Terra Querida

Animação feita em flash

 
Quarta, 23 de janeiro de 2019
Tamanho da Letra
RSS
 
Fábrica de sementes do Rio Grande do Norte implantará unidade no Piauí
26/03/2003 12:37
por Tom Lima

A determinação do Governo de trazer empresas para o Estado, a vontade demonstrada pelo governador Wellington Dias de proporcionar o desenvolvimento e a localização estratégica do Piauí foram aspectos que o empreendedor Ivanilson Araújo considerou para a decisão de implantar em Guadalupe uma fábrica de sementes.

A Santana Sementes, que tem sede no Rio Grande do Norte, é responsável por grande parte do abastecimento da região Nordeste, deverá cultivar em Guadalupe, inicialmente, uma área de mil hectares irrigados, devendo produzir, já no primeiro ano, 10 milhões de quilos de sementes de arroz, feijão, soja, milho e sorgo. Para isso, deverá investir cerca de R$ 22 milhões na estrutura da fábrica, gerando até 240 empregos diretos e 2.500 indiretos durante a colheita. A empresa pretende ampliar a área para 3 mil hectares. A contrapartida do Estado será na forma de incentivos fiscais.

Ivanilson Araújo esteve, nesta quarta-feira (26), juntamente com o diretor-executivo da Santana Sementes, Rodrigo Diniz Melo, com o governador Wellington Dias. Eles fizeram uma visita à Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Recursos Hídricos. Na ocasião, o governador conheceu detalhes do empreendimento. Araújo mostrou ao governador o potencial do Estado no campo em que é especialista.

O empresário diz que ficou impressionado com a determinação do governador, quando esteve no Rio Grande do Norte, no sentido de atrair empresas. "Wellington Dias nos visitou e fiquei impressionado com sua vontade de desenvolver o seu Estado", revela.

Também contribuiu para que optasse pela implantação da fábrica de sementes no Piauí a localização estratégica do Estado. Segundo Ivanilson Araújo, o Piauí se situa no centro da região Nordeste e tem uma localização privilegiada. A Santana Sementes já produz sementes em Santa Catarina e Paraíba e graças a essa localização será possível exportar para todo o Meio Norte. "Compreendemos que deveríamos unir o útil ao agradável, então decidimos implantar a unidade no Piauí", afirma.

O secretário da Indústria e Comércio, Jorge Lopes, afirmou que a implantação da fábrica no Piauí só trará vantagens. "Atualmente, os produtores trabalham com sementes importadas. A nova fábrica permitirá que o Estado se torne exportador de grãos para plantio", diz.

A carta de intenção que a empresa enviou ao Governo do Estado em fevereiro já foi aprovada, faltando agora a legalização das áreas para cultivo e para implantação do parque industrial. Segundo Araújo, uma vez resolvidos esses detalhes e aprovado o projeto, a fábrica estará funcionando em dez meses.

 



Imprimir esta página Enviar matéria

Outras Notícias do Dia

COMUNICAÇÃO
Coordenadoria de Comunicação Social - CNPJ - 05.810.478/0001-09
Praça Marechal Deodoro da Fonseca, 774 - Centro - CEP 64.000-160 - Teresina - Piauí Telefone: 86 2107 3313

Programação e Hospedagem: ATI - Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí